Duras, Maria Bonita Extra e roupas com conteúdo

 

Li ‘O Amante’ de Marguerite Duras há pouquíssimo tempo. Livro de uma doce melancolia, de uma doce tristeza. Está na minha lista de favoritos.

 

Primeiro vi as fotos do verão da Maria Bonita Extra, que de cara me encantou. Achei as formas lindas, sensuais, mas não óbvias. De uma elegância discreta.

 

Depois fui ler as críticas. Só então descobri de onde partiu a inspiração. Tudo passou a ser encaixar ainda mais. 

 

Na crítica de Gloria Kalil, ela diz que a roupa proposta pela marca é quase pudica. A personagem de Duras vestia-se, ironicamente, para conquistar, pra se mostrar mais velha do que os seus quinze anos e meio – ...assim como tinha em mim o lugar para o desejo. Aos quinze anos tinha o rosto do prazer e não conhecia o prazer… -.

 

Não é reconfortante saber que compraremos peças com conteúdo, com ‘história’? Coleções assim fazem a gente se apaixonar ainda mais por moda. A gostar mais de se vestir. Não vejo a hora de passear as mãos, os olhos e coração pelas araras da Extra. Enquanto eu estiver lá, minha imaginação estará atravessando o …Mekong, entre Vinhlong e Sadec, na grande planície de lama e arroz do sul da Conchinchina, a dos pássaros…

Fotos – Charles Naseh – CHIC

 

Você pode ler logo abaixo um trechinho do livro que serviu de inspiração para marca. 

Anúncios

~ por namidia assessoria de comunicação em 17 junho, 2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: